EVANGELHO DA SEXTA (22/10): Jesus fala dos que têm conhecimento sobre a natureza, mas ignoram os sinais de Deus

Leia mais

ATUALIZANDO: Nem todo sinal que parece claro pode ser de Deus, cuidado!

ENTENDENDO

“Quando vedes uma nuvem vinda do ocidente, logo dizeis que vem chuva. E assim acontece. Quando sentis soprar o vento do Sul, logo dizeis que vai fazer calor. E assim acontece. Hipócritas! Sabeis avaliar o aspecto da terra e do céu. Como é que não sabeis avaliar o tempo presente?” Ao longo da história, a humanidade aprendeu a fazer leitura dos sinais da natureza, principalmente das manifestações que favorecem a sua vida e sobrevivência: o sol, a lua, as estrelas, as estações… O desabafo de Jesus tem sentido. Ele diz que seus contemporâneos sabem quando vai chover ou fazer calor, mas se fazem de desentendidos quanto ao reconhecimento, no “hoje”, da salvação trazida por Ele. Não os poupa, e os chama de “hipócritas”. O Mestre apresenta o novo tempo como tempo de reconciliação, e mostra que é necessário ter iniciativa e empenho: “Quando estás indo com teu adversário apresentar-te diante do magistrado, procura resolver o caso com ele enquanto ainda estás a caminho”. Em outras palavras, devemos aproveitar a oportunidade que Deus está nos dando, de estarmos vivos (Lucas 12,54-59).

NEM TODO SINAL QUE PARECE CLARO PODE SER DE DEUS, CUIDADO!

Diante de uma situação que desejamos muito que aconteça, podemos forçar a barra no pensar, influenciar e direcionar ocorrências como se fossem manifestações de Deus, dada a grandiosidade do nosso desejo. E aí nos desviamos de uma verdadeira leitura da orientação divina, deixando-nos levar por ideias fixas e obstinação de coração. Quando estamos com a mente e os sentimentos tomados, parece que tudo conspira e confirma na direção tanto do objeto de desejo como para traumas, complexos e impressões que trazemos. Quando estamos tendenciosos assim, no futuro, podemos nos decepcionar com Deus e culparmos as pessoas que nos parecem estar contra nós. Para interpretar corretamente a fala de Deus é importante, primeiramente, desfazermo-nos dos nossos apegos e conceitos tendenciosos, estarmos livres para aceitar aquilo que não nos é agradável, e a direção do que Ele quer corrigir em nossa vida. Outro ponto é cultivar uma íntima amizade com o sagrado. Peça a graça de amá-Lo independente dos favores, gaste tempo em Sua companhia e saiba que a iniciativa de sinais será sempre d’Ele. Vivendo nessa sintonia e respeito à vida, com o passar do tempo os sinais de cada dia vão ficando evidentes. A vida passará a ter uma lógica e a Sabedoria defendida na Bíblia como dom, vai ganhando espaço em nós (Baseado em texto de Sandro Arquejada).

Padre Rosivaldo
Facebook: Rosivaldo Motta CSsR

- Advertisement -spot_img

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias

Governo publica Instrução com procedimentos para comprovação de vacinação dos servidores estaduais

A Secretaria da Administração (Saeb) publicou, no Diário Oficial do Estado deste sábado (27), a Instrução N° 024/2021, que...