EVANGELHO DA QUINTA (21/10): “Eu vim lançar Fogo sobre a terra, e como gostaria que já estivesse aceso!”

Leia mais

ATUALIZANDO: O sentido do fogo na Bíblia.

ENTENDENDO

O Evangelho de hoje, em princípio, parece-nos assustador, quando vemos a afirmação de Jesus que veio “lançar fogo sobre a terra”. Temos a ligeira impressão que Jesus quer promover a violência ao dizer que veio lançar fogo sobre a terra e dividir as famílias. Trata-se de uma linguagem simbólica. O fogo simboliza o Espírito Santo. Para entender melhor, vejamos a passagem em que João Batista afirma: “Eu vos batizo com água, mas depois de mim, vem aquele que é mais forte do que eu… Ele vos batizará com o Espírito Santo e com o fogo” (3,16). Fogo é a explicação da ação do Espírito Santo: purificação e julgamento. Jesus não promove a guerra nem a discórdia entre as famílias. Só que a família não está acima dos valores de Deus. Nenhum laço afetivo familiar, por profundo que seja, pode ser obstáculo para seguir os valores de Jesus Cristo. Muitas famílias se dividem porque fazem opções diferentes. Alguns membros optam pelos valores de Deus, outros se desviam com as atrações e propostas do mundo. É aí que a divisão anunciada por Jesus acontece (Lucas 12,39-48).

O SENTIDO DO FOGO NA BÍBLIA

Na Bíblia o fogo tem um significado especial. Antes de Jesus (Antigo Testamento), no livro dos Levíticos 9,24 diz, por exemplo, que o fogo do altar do sacrifício foi acesso diretamente pelo Senhor e por isso era mantido sempre acesso. Além disso, as aparições de Deus eram acompanhadas pelo fogo, que se torna sinal de sua manifestação (Êxodo 3,2). A imagem do fogo é também usada para descrever certas características divinas, como o seu poder esplendoroso (Ezequiel 1,4.13). Já na era Jesus (Novo Testamento), o fogo está ligado ao Espírito Santo: “Eu vos batizo com água para o arrependimento, mas aquele que vem depois de mim é mais forte do que eu…. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo” (Mateus 3,11). Em Pentecostes, os discípulos estavam reunidos e, de repente, “apareceram-lhes línguas como de fogo, que se repartiam e que pousaram sobre cada um deles (Atos 2,1-3). Podemos dizer que fogo do céu e fogo do Espírito são sinônimos. Fogo do céu é a manifestação de Deus, é a sua graça, a sua força que inunda os corações dos fiéis; é o Espírito Santo que vem sobre nós.

Padre Rosivaldo
Facebook: Rosivaldo Motta CSsR

- Advertisement -spot_img

Deixe um comentário

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias

Governo publica Instrução com procedimentos para comprovação de vacinação dos servidores estaduais

A Secretaria da Administração (Saeb) publicou, no Diário Oficial do Estado deste sábado (27), a Instrução N° 024/2021, que...